Bicicletas para Crianças - Do bebé aos 5 anos de idade

Filtro
Mais filtros
Menos filtros
Artigo 1 de 13 a 13
Ordenar por:
  • Relevância
  • Produtos novos
  • Melhor avaliação
  • Preço mais baixo
  • Preço mais alto
Artigo 1 de 13 a 13
Ordenar por:
  • Relevância
  • Produtos novos
  • Melhor avaliação
  • Preço mais baixo
  • Preço mais alto

Guia para escolher a bicicleta perfeita para crianças


A primeira bicicleta é muito especial para qualquer criança. Mais do que um simples brinquedo, é um primeiro marco fundamental na sua autonomia e mobilidade pessoal. É por isso que é muito importante escolher a bicicleta certa para as crianças, que seja adequada à sua idade, segura e com a capacidade de evoluir para que possam usá-la durante tempo suficiente. Abaixo encontrará conselhos sobre como escolher a melhor bicicleta para crianças, bicicleta sem pedais ou bicicleta de aprendizagem.


Qual é a idade ideal para a primeira bicicleta?

Graças aos diferentes tipos de bicicletas para crianças existentes no mercado, a idade para começar a andar de bicicleta foi grandemente reduzida. As bicicletas sem pedais, que são as mais simples, podem ser utilizadas a partir dos 12 meses, quando o bebé aprendeu a andar de bicicleta e tem estabilidade e força suficientes nas pernas para as manusear.

A partir dos dois anos de idade, as bicicletas de aprendizagem podem ser utilizadas para familiarizar a criança com os pedais, travões e outros elementos das bicicletas convencionais. E as bicicletas evolutivas estão disponíveis a partir dos 3 anos de idade, como passo prévio para começar a utilizar uma bicicleta para crianças com todos os elementos convencionais.


Tipos de bicicletas para crianças

Muitos de nós lembramo-nos de más experiências quando aprendemos a andar de bicicleta ou quando nos deslocamos da bicicleta "com rodas" para a bicicleta dos "adultos". Felizmente, existem hoje vários tipos de bicicletas para crianças que reduzem a curva de aprendizagem:

  • Bicicletas sem pedais: são bicicletas para bebés muito básicas, concebidas para serem movimentadas empurrando com os pés. Destinam-se a crianças mais novas e permitem-lhes aprender conceitos básicos como manter o equilíbrio ou controlar a sua velocidade.
  • Bicicletas de aprendizagem: seriam o próximo elo na curva de aprendizagem do ciclismo. Incluem geralmente pedais, travões e rodas auxiliares, ou têm um desenho de três ou quatro rodas pequenas que oferecem maior estabilidade.
  • Bicicletas evolutivas: são concebidas para evoluir à medida que a criança cresce e desenvolve as suas capacidades. Para tal, permitem adicionar ou remover elementos como pedais e rodas auxiliares, regular o guiador e o assento, etc.

Quanto mais cedo as crianças começarem a familiarizar-se com estas bicicletas para principiantes, mais cedo estarão preparadas para aprender a andar de bicicleta com confiança.


Benefícios de uma bicicleta para crianças

Todas as crianças sonham com a sua primeira bicicleta, que é mais do que um simples brinquedo, é um marco no seu desenvolvimento físico e mental. Além disso, aprender a andar de bicicleta é um hábito saudável que não tem preço para os mais pequenos, por diferentes razões:

  • Encoraja a prática desportiva para prevenir o sedentarismo e a obesidade.

  • Desenvolve funções importantes como a coordenação e o equilíbrio motor.

  • Permite-lhes familiarizarem-se com as regras de segurança rodoviária para evitar acidentes.

  • Promove a socialização e a integração com o meio ambiente e o núcleo familiar.

  • Oferece novas possibilidades de lazer em família, caminhadas, excursões, etc.


Qual é a melhor bicicleta para crianças?

Se ler as opiniões sobre as bicicletas para crianças na Internet, verá que alguns pais recomendam a compra de uma bicicleta para uma idade superior à da criança, para que a criança possa tirar partido dela durante mais tempo. Isso é um erro, seria como comprar roupas ou sapatos dois ou três tamanhos a mais para que não fiquem "pequenos" no próximo surto de crescimento.

A melhor bicicleta para crianças é a que se adapta à idade da criança que tem de a utilizar e também tem em conta as suas capacidades motoras, que não se desenvolvem à mesma velocidade em todos os casos. Por exemplo, algumas crianças aprendem a manter o seu equilíbrio rapidamente e conseguem perfeitamente numa bicicleta sem pedais após alguns anos; outras demoram mais tempo a adaptar-se e, entretanto, é mais aconselhável utilizar bicicletas para principiantes com pelo menos três rodas para uma maior estabilidade.

No final, o importante é que aprender a andar de bicicleta é divertido e seguro para todos.